Projeto “De mapas às redes de interação e cooperação (1a. etapa: mapa de objetos/coleções de cultura popular sob tutela de museus do Rio de Janeiro e identificação de APL)”

O projeto foi idealizado em 2018 e caracteriza-se como uma ação articulada entre os projetos de ensino, pesquisa, extensão e cultura desenvolvidos pelo Núcleo em diálogos com instituições museais sediadas no estado do Rio de Janeiro, que respondem sobre a guarda de objetos de cultura popular. Seu objetivo é criar mapas digitais, de acesso livre e gratuito, com os resultados da pesquisa sobre mapeamento de objetos e coleções de cultura popular sob tutela de museus localizados no Rio de Janeiro.

Para a primeira etapa do levantamento, priorizamos os museus identificados em ações de políticas públicas federais ou estaduais. Em outra etapa, as informações poderão auxiliar na formação de uma rede de interação e cooperação institucional sobre gestão de coleções e na identificação de Áreas de Produções Locais (APL) dos bens culturais relativos a estes objetos e a estas coleções no estado. Entendemos o uso de georreferenciamento do patrimônio cultural como um caminho eficaz para auxiliar na preservação de bens culturais materiais e imateriais, promovendo assim a democratização do acesso à cultura.

Este projeto prioriza o diálogo entre os conhecimentos técnicos e acadêmicos e os saberes populares, estabelecendo subsídios para uma linguagem acessível nos locais de prática.

Na fase atual, estamos aplicando um questionário online para instituições museais do estado. Ao preencher o questionário sua instituição também estará atualizando tais informações para o cadastro do Sistema Estadual de Museu do Estado do Rio de Janeiro – SIM-RJ, um parceiro na realização do projeto.

Coordenação: NUGEP/UNIRIO e Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (CNFCP/IPHAN), em parceria com a Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro (FUNARJ), o Sistema Estadual de Museus do Rio de Janeiro (SIM-RJ) e a Superintendência de Museus (SMU) da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (SECEC-RJ).

Suporte conceitual: bibliografias especializadas sobre coleções, gestão de coleções, documentação em museus, cultura popular, mapeamento cultural e sistemas de divulgação de informações georreferenciadas sobre o patrimônio cultural.

Fontes de pesquisa para seleção inicial dos museus: plataforma MuseusBR, levantamento do Sistema Estadual de Museus do Rio de Janeiro (SIM-RJ) e publicação “Museus do Rio”, além de dados coletados no âmbito de pesquisas realizadas pelo NUGEP.

A colaboração ativa de todos é fundamental para a nossa busca por elementos que possibilitem explorar cada etapa de desenvolvimento do projeto e para a identificação conjunta de pontos a serem corrigidos neste espaço digital. Neste sentido, convidamos todas as instituições localizadas no estado do Rio de Janeiro para se integrarem ao trabalho, respondendo o nosso 1º questionário! São apenas 8 perguntas, que podem ser respondidas em menos de 5 minutos:

Para estimular a participação das instituições, estamos disponibilizando os dados da 1ª etapa do projeto! O projeto propõe a criação de 4 mapas, a saber:

1. Mapa com o georeferenciamento das instituições pesquisadas, com identificação das que respondem, das que potencialmente respondem e das que não respondem pela guarda de objeto de cultura popular no estado do Rio de Janeiro;

2. Mapa das instituições que respondem pela guarda de objeto de cultura popular, com indicação dos museus que o projeto iniciará a rede de interação e cooperação sobre processos de gestão e documentação de coleções;

3. Mapa de museus que possuem coleções produzidas no Rio de Janeiro;

4. Mapa com indicação das Áreas de Produções Locais (APL) – ativas e inativas – do Estado do Rio de Janeiro que possuem relação com objetos que estão sob a tutela dos museus

Os dois primeiros mapas já estão disponíveis para a consulta:

Este mapa disponibiliza os dados preliminares da primeira etapa do projeto. Nele, são apontados as instituições levantadas, identificando: as que possivelmente possuem sob sua guarda objetos de cultura popular, em laranja; as que possivelmente não possuem, em azul; e as instituições sem informação, em cinza.

Este mapa disponibiliza o georreferenciamento das instituições que: possivelmente possuem sob sua guarda objetos de cultura popular, em laranja; possuem sob sua guarda objetos de cultura popular – esta informação foi validada pela instituição, por meio de resposta a questionário (em roxo), autodeclaração voluntária (em azul claro) ou por visita de um membro do projeto ao site e/ou ao espaço físico do museu (em verde); e museus que o projeto iniciará a rede de interação e cooperação sobre processos de gestão e documentação de coleções, em amarelo.

Os mapas em números

[última atualização: 1/9/2020]
Fonte de pesquisa:Número de instituições levantadas:
Plataforma MuseusBR327
Sistema Estadual de Museus do Rio de Janeiro (SIM-RJ)24
Publicação “Museus do Rio”6
Projetos de pesquisa do NUGEP4
Autodeclaração voluntária9
Total de instituições levantadas para a 1ª fase da pesquisa:370
Dados preliminares*:Número de instituições:
Responde pela guarda de objetos de cultura popular50
Possivelmente responde pela guarda de objetos de
cultura popular
39
Possivelmente não responde pela guarda de objetos
de cultura popular
185
Não responde pela guarda de objetos de
cultura popular
12
Não identificado se responde pela guarda de objetos
de cultura popular
80
Em implementação ou não criada2
Extinta ou com atividades encerradas2
*Em fase de validação dos dados junto às instituições. Nos mapas não foram incluídas as instituições não criadas.

Licença Creative Commons
%d blogueiros gostam disto: