Eventos

2020

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 6: “Perfis profissionais e formação em Gestão do Patrimônio e Documentação em museus: desafios e perspectivas”

    13 de outubro | Online (YouTube). Convidados: Alexandre Matos (Sistemas do Futuro & Universidade do Porto), Juliana Monteiro (ETEC Parque da Juventude & Creative Commons Brasil) e Renata Padilha (Museeologia – Universidade Federal de Santa Catarina). Este encontro teve como meta debater questões referentes à relação do ensino acadêmico e do perfil profissional contemporâneo, exigido pelas atuais demandas socioculturais e pela aplicação de novas tecnologias nos processos de gestão do patrimônio e da documentação em museus.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 5: “Gestão integrada do patrimônio e tecnologias em tempos de pandemia”

    29 de setembro | Online (YouTube). Convidados: Alexandre Medeiros (Tecnologista em Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz), Elizabeth Pougy (Museóloga do Centro Nacional de Folclore e Cultural Popular – CNFCP/IPHAN) e Gelsom Rozentino de Almeida (Coordenador do Ecomuseu de Ilha Grande). Este encontro teve como meta debater questões relativas aos desafios e potencialidades da gestão integrada do patrimônio e o uso das tecnologias como facilitadoras em tempos de pandemia.

  • Oficina “Fotografando acervos: documentação museológica no mundo digital” (Primavera de Museus 2020)

    22 e 24 de setembro | Online (Google Meet). Ministrantes: Danca Mesquita (graduanda em Museologia – UNIRIO, Paulo Victor Gitsin (museólogo do Museu Nacional – UFRJ e doutorando em Museologia e Patrimônio pelo PPG-PMUS UNIRIO/MAST) e Yuri Costa (graduando em Museologia – UNIRIO). A oficina ofereceu teoria e prática, em nível básico, sobre a produção e a utilização de fotografias para documentação museológica, com o objetivo de auxiliar na capacitação de estudantes e profissionais, especialmente diante do atual contexto de pandemia e da demanda crescente de atuação dos museus no mundo digital.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 4: “Gestão compartilhada do patrimônio cultural”

    15 de setembro | Online (YouTube). Convidados: Diego Lemos Ribeiro (professor de Museologia da Universidade Federal de Pelotas), Joana Barbosa Munduruku (chefe de gabinete da Federação do Povo Huni Kui do Acre – FEPHAC), Joaquim Kaxinawa (coordenador tradicional e técnico de Educação Huni Kui da FEPHAC), Ninawa Inu Pereira (presidente da FEPHAC) e Sandra Solano (subdiretora da Corporação Cultural Museo del Vidrio de Bogotá). Este encontro teve como meta debater questões relativas aos desafios e às potencialidades da gestão compartilhada do patrimônio como instrumento de mudanças (social, política e econômica) nas perspectivas tanto de comunidades, profissionais e museus.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 3: “Museus, memórias e direitos humanos”

    1º de setembro | Online (YouTube). Convidados: Dulce Pandolfi (Historiadora, professora e ex-presa política), Julia Cerqueira Gumieri (Pesquisadora no Memorial da Resistência de São Paulo), Maria Paula Araújo (Professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ) e Rayén Gutiérrez Cortés (Museóloga e Relações Internacionais do Museo de la Memoria y los Derechos Humanos – Chile). Este encontro teve como meta debater questões relativas ao papel das instituições museais no registro/construção das memórias, no enfrentamento de temas sensíveis e na garantia dos direitos humanos.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 2: “Museu, patrimônio imaterial e descolonização”

    18 de agosto | Online (YouTube). Convidados: Lazir Sinval (Jongo da Serrinha), Marcelo Cunha (Departamento de Museologia/UFBA) e Marílio Wane (Instituto de Investigação Sócio-Cultural/Ministério da Cultura e Turismo de Moçambique). Mediação: Bárbara Lima (Bibliotecas UNIRIO | NUGEP/UNIRIO) e Desirree Reis (Museu do Samba | NUGEP/UNIRIO). Este encontro teve como meta debater questões relativas a políticas e processos de musealização e de patrimonialização das culturas africanas e afro-brasileiras na perspectiva decolonial.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 1: “Patrimônio Imaterial e Museus: políticas públicas”

    4 de agosto | Online (YouTube). Convidadas: Any Manuela Freitas – Casa do Samba de Roda de Dona Dalva (BA), Carolina Vilas Boas – Departamento de Processos Museais (IBRAM), Natalia Brayner – Coordenação de Apoio aos Bens Registrados (DPI / IPHAN) e Nilcemar Nogueira – fundadora do Museu do Samba (RJ). Mediação: Bárbara Lima (Bibliotecas UNIRIO | NUGEP/UNIRIO) e Desirree Reis (Museu do Samba | NUGEP/UNIRIO). Este encontro debateu questões relativas aos desafios e às potencialidades da relação museus e Patrimônio Imaterial como instrumento de mudanças, nas perspectivas tanto das instituições que geram políticas públicas para patrimônio e museu, quanto dos detentores dos conhecimentos reconhecidos como patrimônio imaterial.

  • Palestra – O papel do CIDOC, as diretrizes internacionais de documentação e os desafios atuais

    9 de março | UNIRIO. Palestrante: Gabriel Bevilacqua (Instituto Moreira Salles/CIDOC-ICOM). Esta palestra teve o objetivo de debater o papel do Comitê Internacional para a Documentação do Conselho Internacional de Museus, as principais diretrizes internacionais e os desafios atuais para uma documentação de coleções musealizadas.

  • Oficina – Documentação Museológica – SISGAM

    11 e 12 de fevereiro | UNIRIO. Ministrantes: Ingrid Fiorante (SECEC/RJ) e Éricka Madeira (FUNARJ). Exposição teórica e prática relacionada ao processamento e à informação de acervos, em especial no âmbito da Documentação Museológica, enfocando as atividades desenvolvidas pela Coordenação de Museologia e o uso do Sistema de Gerenciamento de Acervos Museológicos (SISGAM).

2019

  • Palestra – Documentação de objetos arqueológicos

    25 de novembro | UNIRIO. Palestrante: Luciana Messeder (UFBA). Esta palestra teve o objetivo de debater o conceito de documentação museológica, apresentando possibilidades de uso de base de dados produzidas a partir de software livres para a catalogação de objetos arqueológicos.

  • Minicurso – Documentação em Museus: Novos Desafios

    24 de outubro | CNFCP. Ministrante: Alexandre Matos (Universidade do Porto/Sistemas do Futuro/CIDOC-ICOM). Reflexões sobre os desafios da documentação em museus (acessibilidade, interconectividade e reutilização dos dados, descolonização dos conteúdos, novas ferramentas de estruturação de dados, atualização de procedimentos de gestão, “Big Data” e “Data Visualization”) e sobre possíveis caminhos para preparar o museu para as próximas décadas.

  • Palestra – SISGAM: Um sistema elaborado para gestão de acervos museológicos

    2 e 5 de setembro | UNIRIO. Palestrantes: Ingrid Fiorante (SECEC/RJ) e Éricka Madeira (FUNARJ). Esta palestra teve como objetivo abordar a experiência da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (SECEC-RJ) e da Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro (FUNARJ) na criação, aplicação e disponibilização do Sistema de Gestão de Arcervos Museológicos (SISGAM) e da Rede Web de Museus do Estado.

  • Palestra – O papel do CIDOC, as diretrizes internacionais de documentação e os desafios atuais

    12 e 15 de agosto | UNIRIO. Palestrante: Gabriel Bevilacqua (Instituto Moreira Salles/CIDOC-ICOM). Esta palestra teve o objetivo de debater o papel do Comitê Internacional para a Documentação do Conselho Internacional de Museus, as principais diretrizes internacionais e os desafios atuais para uma documentação de coleções musealizadas.

  • Palestra – As Tecnologias da Informação e Comunicação aplicadas ao Patrimônio Cultural Imaterial

    14 de março | UNIRIO. Palestrante: Fernando Cabral (Sistemas do Futuro). Esta palestra teve como objetivo apresentar as experiências da Sistemas do Futuro no desenvolvimento de tecnologias da informação e de comunicação aplicadas ao Patrimônio Cultural Imaterial nos projetos de candidatura do Cante Alentejano, do Fabrico de Chocalhos e da Morna para as Listas do Património Cultural Imaterial da Humanidade da ONU para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

2018

  • Workshop – Gestão integrada do património em museus e salvaguarda do património cultural imaterial

    4 de dezembro | Universidade do Porto (Portugal). Organização: Alexandre Matos (FLUP e Sistemas do Futuro), Alice Semedo (FLUP/CITCEM) Elizabete Mendonça (FLUP e UNIRIO); Clotildes Avelar (FLUP) e Juliana Alves (FLUP). O Workshop apresentou experiências vinculadas às inscrições na lista da Unesco ou no Inventário Nacional de Património Cultural Imaterial (INPCI), visando explicitar desafios e perspetivas relativos à Gestão Integrada do Património no âmbito das políticas públicas de museus e do Patrimônio Cultural Imaterial (PCI) em Portugal.

  • Palestra – A documentação da Coleção Etnográfica do Museu Paraense Emílio Goeldi em três momentos

    Outubro | UNIRIO. Palestrante: Alegria Benchimol (Museu Paraense Emilio Goeldi). A pesquisa visou a estudar a coleção etnográfica do Museu Paraense Emílio Goeldi em três momentos diferentes, nos quais foram curadores: Curt Nimuendajú, Eduardo Galvão e Lucia Hussak van Velthem.

  • Conferência – Quando a gestão museal respira de forma plural: a experiência do projeto SoMus e os novos modelos de gestão coletiva em museus locais na Europa

    11 de outubro | UNIRIO. Palestrante: Lorena Sancho Querol (Universidade de Coimbra). Apresentação dos modelos de gestão participativa criados pelo projeto “A Sociedade no Museu: estudo sobre participação cultural nos museus locais europeus” (SoMus), do Centro de Estudos Sociais, em parceria com a Universidade de Jyväskylä (Finlândia).

  • Simpósio Temático – Museus, patrimônios e democracia cultural no século XXI: usos, saberes e sentidos contemporâneos nos processos de descolonização

    2, 3 e 4 de outubro | UNIRIO. Parte integrante do II Seminário Nacional História e Patrimônio Cultural/GT ANPUH Brasil. Representação na coordenação do Simpósio, em conjunto com representantes do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular/IPHAN e do Centro de Estudos Sociais/Universidade de Coimbra e do Projeto ECHOES: “European Colonial Heritages Modalities in Entangled Cities”.

2017

  • Palestra – O objeto etnográfico como Documento e Informação

    Setembro | UNIRIO. Palestrante: Alegria Benchimol (Museu Paraense Emilio Goeldi). A pesquisa visou a investigação dos conceitos de documento e informação para compreender os atributos e funções do objeto etnográfico, no processo de disseminação e transferência da informação.

2016

  • Palestra – O Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) e os projetos de documentação para a Coleção Etnográfica

    Maio | UNIRIO. Palestrante: Alegria Benchimol (Museu Paraense Emilio Goeldi). A aula relacionou projetos já realizados a partir da Coleção Etnográfica do Museu Paraense Emílio Goeldi, coordenados pela palestrante Alegria Benchimol.

  • Conferência – A cada museu sua dança! Experiências sobre gestão coletiva em pequenos museus

    2 de maio | Museu do Samba. Palestrante: Lorena Sancho Querol (Universidade de Coimbra). Apresentação sobre análises de modelos de gestão coletiva em três museus da Europa: Museu do Traje de São Brás de Alportel (Portugal), Finnish Labor Museum Werstas (Finlândia) e Lugnås Millstone Quarry Mine (Suécia).

Licença Creative Commons
%d blogueiros gostam disto: