Eventos

2021

  • II Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 7: “Documentação”

    31 de agosto | Online (YouTube). Palestrantes: Anna Paula da Silva (UFBA) e Juliana Rodrigues Alves (Consultora em Gestão de Coleções e Patrimônio). Abordamos o papel do uso de normas na documentação em instituições museológicas e apresentamos algumas experiências de musealização de arte da performance.

  • Ciclo “Documentando para o futuro e o futuro da documentação” | Mesa de debates 2 – Ensino, Pesquisa e Extensão

    17 de agosto | Online (YouTube). Palestrantes: Jaddy Parovszky, Romulo Morandi e Thiago Lucas (NUGEP/UNIRIO). Debatedores: Juliana Monteiro (Creative Commons Brasil) e Vania de Oliveira (UFG). Com a presença de avaliadores externos, abordamos reflexões e experiências pessoais sobre formação profissional em Museologia, na perspectiva dos eixos de ensino, pesquisa e extensão.

  • II Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 6: “Acessibilidade e inclusão

    27 de julho | Online (YouTube). Palestrantes: Ana Fátima Berquó (Audiodescritora) e Tania Chalhub (Instituto Nacional de Educação de Surdos e PPG-CI/UFPA). Refletimos sobre acessibilidade cultural englobando pessoas com deficiência auditiva e pessoas com deficiência visual.

  • II Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 5: “Patrimônio Esportivo

    29 de junho | Online (YouTube). Palestrantes: Felipe Tobar (Doutorando – Universidade Clemson), Isabel Victor (Diretora – Museu do Sporting), Luis Henrique Rolim (Docente e pesquisador – PUC-RS) e Maria Cristina Mitidieri (Doutoranda – PPG-PMUS UNIRIO / MAST). Discutimos questões relativas à patrimonialização dos bens materiais e imateriais do esporte frente ao contexto geral do patrimônio.

  • Ciclo “Perspectivas da Gestão do Patrimônio e de Documentação em Museus nas pesquisas acadêmicas” | Mesa de debates 1 – Graduação, Mestrado e Doutorado

    15 de junho | Online (YouTube). Palestrantes: Danca Mesquita, Alice Barboza e Paulo Victor Gitsin (NUGEP/UNIRIO). Debatedores: Anna Paula da Silva (UFBA) e Diego Lemos Ribeiro (UFPel). Três orientandos da equipe apresentaram suas reflexões sobre o tema a partir de seus trabalhos de graduação, mestrado e doutorado. Para colaborar com o debate, contamos com a presença de dois avaliadores externos.

  • II Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 4: “Mirada decolonial no Museu Histórico Nacional e os deslocamentos de artefatos e circulação de saberes e práticas científicas durante a Ilustração

    25 de maio | Online (YouTube). Palestrantes: Aline Montenegro Magalhães (Museu Histórico Nacional) e Heloisa Meireles Gesteira (Museu de Astronomia). Abordamos a mirada decolonial no Museu Histórico Nacional, ainda marcada pela perspectiva linear e eurocêntrica. Ao mesmo tempo, discutimos os deslocamentos de artefatos e circulação de saberes e práticas científicas durante a Ilustração.

  • Ciclo “Documentando para o futuro e o futuro da documentação” | Mesa de debates 1 – Ensino, Pesquisa e Extensão

    18 de maio | Online (YouTube). Palestrantes: Sofia Girard, Mariana Gomes e Guilherme Guimarães (NUGEP/UNIRIO). Debatedores: Renata Padilha (UFSC) e Alexandre Matos (Sistemas do Futuro). Com a presença de avaliadores externos, os graduandos em Museologia/UNIRIO abordaram reflexões e experiências pessoais sobre formação profissional em Museologia, na perspectiva dos eixos de ensino, pesquisa e extensão.

  • II Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 3: “O objeto etnográfico: pesquisa, comunicação científica e interdisciplinaridade

    27 de abril | Online (YouTube). Palestrantes: Alegria Benchimol (Universidade Federal do Pará) e Lena Vania Ribeiro Pinheiro (IBICT – Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia). Buscou-se a compreensão do objeto etnográfico por meio do entrelaçamento da informação, pesquisa e interdisciplinaridade, enfatizando os processos que subsidiam as etapas das ações de musealização, possibilitando não apenas a sua aquisição, mas também o debate e a continuidade das pesquisas científicas, capazes de mobilizar outras áreas do conhecimento no caminho da pesquisa.

  • II Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 2: “Documentação em Fotografia

    23 de março | Online (YouTube). Palestrantes: Claudia Bucceroni Guerra (UNIRIO) e Leandro de Abreu Souza Jaccoud (Fundação Casa de Rui Barbosa). O debate apresentou reflexões sobre as fotografias e a representação visual no que tange a documentação fotográfica.

  • II Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 1: “Exposição curricular “Pindorama: a natureza não está à venda” – desafios, perspectivas e soluções criativas no âmbito da pandemia de COVID-19 e do ensino remoto

    09 de março | Online (YouTube). Palestrantes: Julia Moraes (PPG-PMUS/ UNIRIO-MAST) e Debora Koury, Júlia Mayer, Lia Peixinho, Nicolas Januário, Nicole Castilho e Rayssa Lisbôa (Museologia/UNIRIO). No contexto da pandemia de COVID-19 e do ensino remoto, docentes e discentes da Escola de Museologia da UNIRIO foram desafiados a desenvolver uma proposta perspectivada pelas especificidades da cibercultura. A exposição “Pindorama: a natureza não está à venda” concretizou-se a partir das convergências e interfaces entre o sítio eletrônico, as mídias sociais e as interações com os públicos e colaboradores. Na live, foram apresentados alguns desafios, perspectivas e soluções criativas que integraram o processo de desenvolvimento da exposição.

  • Palestra – “Cultura popular: conceitos, perspectivas e desafios a partir do mapeamento de objetos em museus do estado do Rio de Janeiro” | 10ª Semana Fluminense do Patrimônio

    15 de janeiro | Online (YouTube). Palestrantes: Daniel Reis (CNFCP/IPHAN), Elizabeth Pougy (CNFCP/IPHAN), Josiane Damas (NUGEP/UNIRIO), Joyce Mendes (NUGEP/UNIRIO), Mariana Gomes (NUGEP/UNIRIO). Com base no projeto de extensão “De mapas às redes de interação e cooperação (1a. etapa: mapa de objetos/coleções de cultura popular sob tutela de museus do Rio de Janeiro e identificação de APL)”, foram apresentados conceitos básicos sobre cultura popular, bem como os resultados, estratégias e desafios impostos no mapeamento de objetos e coleções de cultura popular sob tutela de instituições museais do estado do Rio de Janeiro, e na análise do processo de documentação museológica de três instituições.

2020

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 9: “Museus, Educação e Universidade: caminhando nos diálogos a partir da experiência

    01 de dezembro | Online (YouTube). Convidados: Carla Gruzman (Museu da Vida / Casa de Oswaldo Cruz / Fiocruz) e Marise Basso Amaral (Faculdade de Educação – UFF). O último encontro de 2020 foi uma ação conjunta com o projeto “Objetos: documentação, pesquisa e comunicação”, abordando a perspectiva da mobilização dos profissionais e processos que compõe o campo da educação museal, com foco em pesquisas para públicos diversos; e a formação cultural de futuros professores, que tem ampliado em seus currículos o contato com espaços não-formais de educação, como os museus.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 8: “Lei Geral de Proteção de Dados aplicada às atividades de gestão e documentação de bens museais

    17 de novembro | Online (YouTube). Convidados: Daniel Beltran (analista do Departamento de Gestão e Segurança da Informação e Data Protection Officer – DPO da Eletrobras), Gustavo Martins de Almeida (advogado e conselheiro do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro) e Maria Rosângela Cunha (diretora executiva e especialista documental da empresa ISSX). Este encontro teve como foco debater questões relativas aos desafios e perspectivas de adequação dos processos de gestão e documentação de bens museais, frente a esta realidade normativa de proteção de dados pessoais, como instrumento de garantia constitucional.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 7: “Questões étnico-raciais em museus

    03 de novembro | Online (YouTube). Convidados: André Andion (museólogo do Museu da República), Daisy Santos (Museóloga do Museu da Abolição), Ivan Laranjeira (diretor do Museu Mafalala de Maputo, Moçambique) e Joseania Freitas (professora titular e chefe do Departamento de Museologia da UFBA). Este encontro teve como foco questões relativas ao papel das instituições museais no debate acerca das relações étnico-raciais, visando estimular reflexões sobre os desafios e as potencialidades dos museus na valorização da diversidade, no reconhecimento de matrizes culturais africanas e afro-brasileiras e no fortalecimento de práticas antirracistas.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 6: “Perfis profissionais e formação em Gestão do Patrimônio e Documentação em museus: desafios e perspectivas”

    13 de outubro | Online (YouTube). Convidados: Alexandre Matos (Sistemas do Futuro & Universidade do Porto), Juliana Monteiro (ETEC Parque da Juventude & Creative Commons Brasil) e Renata Padilha (Museeologia – Universidade Federal de Santa Catarina). Este encontro teve como meta debater questões referentes à relação do ensino acadêmico e do perfil profissional contemporâneo, exigido pelas atuais demandas socioculturais e pela aplicação de novas tecnologias nos processos de gestão do patrimônio e da documentação em museus.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 5: “Gestão integrada do patrimônio e tecnologias em tempos de pandemia”

    29 de setembro | Online (YouTube). Convidados: Alexandre Medeiros (Tecnologista em Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz), Elizabeth Pougy (Museóloga do Centro Nacional de Folclore e Cultural Popular – CNFCP/IPHAN) e Gelsom Rozentino de Almeida (Coordenador do Ecomuseu de Ilha Grande). Este encontro teve como meta debater questões relativas aos desafios e potencialidades da gestão integrada do patrimônio e o uso das tecnologias como facilitadoras em tempos de pandemia.

  • Oficina “Fotografando acervos: documentação museológica no mundo digital” (Primavera de Museus 2020)

    22 e 24 de setembro | Online (Google Meet). Ministrantes: Danca Mesquita (graduanda em Museologia – UNIRIO, Paulo Victor Gitsin (museólogo do Museu Nacional – UFRJ e doutorando em Museologia e Patrimônio pelo PPG-PMUS UNIRIO/MAST) e Yuri Costa (graduando em Museologia – UNIRIO). A oficina ofereceu teoria e prática, em nível básico, sobre a produção e a utilização de fotografias para documentação museológica, com o objetivo de auxiliar na capacitação de estudantes e profissionais, especialmente diante do atual contexto de pandemia e da demanda crescente de atuação dos museus no mundo digital.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 4: “Gestão compartilhada do patrimônio cultural”

    15 de setembro | Online (YouTube). Convidados: Diego Lemos Ribeiro (professor de Museologia da Universidade Federal de Pelotas), Joana Barbosa Munduruku (chefe de gabinete da Federação do Povo Huni Kui do Acre – FEPHAC), Joaquim Kaxinawa (coordenador tradicional e técnico de Educação Huni Kui da FEPHAC), Ninawa Inu Pereira (presidente da FEPHAC) e Sandra Solano (subdiretora da Corporação Cultural Museo del Vidrio de Bogotá). Este encontro teve como meta debater questões relativas aos desafios e às potencialidades da gestão compartilhada do patrimônio como instrumento de mudanças (social, política e econômica) nas perspectivas tanto de comunidades, profissionais e museus.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 3: “Museus, memórias e direitos humanos”

    1º de setembro | Online (YouTube). Convidados: Dulce Pandolfi (Historiadora, professora e ex-presa política), Julia Cerqueira Gumieri (Pesquisadora no Memorial da Resistência de São Paulo), Maria Paula Araújo (Professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ) e Rayén Gutiérrez Cortés (Museóloga e Relações Internacionais do Museo de la Memoria y los Derechos Humanos – Chile). Este encontro teve como meta debater questões relativas ao papel das instituições museais no registro/construção das memórias, no enfrentamento de temas sensíveis e na garantia dos direitos humanos.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 2: “Museu, patrimônio imaterial e descolonização”

    18 de agosto | Online (YouTube). Convidados: Lazir Sinval (Jongo da Serrinha), Marcelo Cunha (Departamento de Museologia/UFBA) e Marílio Wane (Instituto de Investigação Sócio-Cultural/Ministério da Cultura e Turismo de Moçambique). Mediação: Bárbara Lima (Bibliotecas UNIRIO | NUGEP/UNIRIO) e Desirree Reis (Museu do Samba | NUGEP/UNIRIO). Este encontro teve como meta debater questões relativas a políticas e processos de musealização e de patrimonialização das culturas africanas e afro-brasileiras na perspectiva decolonial.

  • Ciclo de Encontros – “Patrimônio na Roda” | Encontro 1: “Patrimônio Imaterial e Museus: políticas públicas”

    4 de agosto | Online (YouTube). Convidadas: Any Manuela Freitas – Casa do Samba de Roda de Dona Dalva (BA), Carolina Vilas Boas – Departamento de Processos Museais (IBRAM), Natalia Brayner – Coordenação de Apoio aos Bens Registrados (DPI / IPHAN) e Nilcemar Nogueira – fundadora do Museu do Samba (RJ). Mediação: Bárbara Lima (Bibliotecas UNIRIO | NUGEP/UNIRIO) e Desirree Reis (Museu do Samba | NUGEP/UNIRIO). Este encontro debateu questões relativas aos desafios e às potencialidades da relação museus e Patrimônio Imaterial como instrumento de mudanças, nas perspectivas tanto das instituições que geram políticas públicas para patrimônio e museu, quanto dos detentores dos conhecimentos reconhecidos como patrimônio imaterial.

  • Palestra – O papel do CIDOC, as diretrizes internacionais de documentação e os desafios atuais

    9 de março | UNIRIO. Palestrante: Gabriel Bevilacqua (Instituto Moreira Salles/CIDOC-ICOM). Esta palestra teve o objetivo de debater o papel do Comitê Internacional para a Documentação do Conselho Internacional de Museus, as principais diretrizes internacionais e os desafios atuais para uma documentação de coleções musealizadas.

  • Oficina – Documentação Museológica – SISGAM

    11 e 12 de fevereiro | UNIRIO. Ministrantes: Ingrid Fiorante (SECEC/RJ) e Éricka Madeira (FUNARJ). Exposição teórica e prática relacionada ao processamento e à informação de acervos, em especial no âmbito da Documentação Museológica, enfocando as atividades desenvolvidas pela Coordenação de Museologia e o uso do Sistema de Gerenciamento de Acervos Museológicos (SISGAM).

2019

  • Palestra – Documentação de objetos arqueológicos

    25 de novembro | UNIRIO. Palestrante: Luciana Messeder (UFBA). Esta palestra teve o objetivo de debater o conceito de documentação museológica, apresentando possibilidades de uso de base de dados produzidas a partir de software livres para a catalogação de objetos arqueológicos.

  • Minicurso – Documentação em Museus: Novos Desafios

    24 de outubro | CNFCP. Ministrante: Alexandre Matos (Universidade do Porto/Sistemas do Futuro/CIDOC-ICOM). Reflexões sobre os desafios da documentação em museus (acessibilidade, interconectividade e reutilização dos dados, descolonização dos conteúdos, novas ferramentas de estruturação de dados, atualização de procedimentos de gestão, “Big Data” e “Data Visualization”) e sobre possíveis caminhos para preparar o museu para as próximas décadas.

  • Palestra – SISGAM: Um sistema elaborado para gestão de acervos museológicos

    2 e 5 de setembro | UNIRIO. Palestrantes: Ingrid Fiorante (SECEC/RJ) e Éricka Madeira (FUNARJ). Esta palestra teve como objetivo abordar a experiência da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (SECEC-RJ) e da Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro (FUNARJ) na criação, aplicação e disponibilização do Sistema de Gestão de Arcervos Museológicos (SISGAM) e da Rede Web de Museus do Estado.

  • Palestra – O papel do CIDOC, as diretrizes internacionais de documentação e os desafios atuais

    12 e 15 de agosto | UNIRIO. Palestrante: Gabriel Bevilacqua (Instituto Moreira Salles/CIDOC-ICOM). Esta palestra teve o objetivo de debater o papel do Comitê Internacional para a Documentação do Conselho Internacional de Museus, as principais diretrizes internacionais e os desafios atuais para uma documentação de coleções musealizadas.

  • Palestra – As Tecnologias da Informação e Comunicação aplicadas ao Patrimônio Cultural Imaterial

    14 de março | UNIRIO. Palestrante: Fernando Cabral (Sistemas do Futuro). Esta palestra teve como objetivo apresentar as experiências da Sistemas do Futuro no desenvolvimento de tecnologias da informação e de comunicação aplicadas ao Patrimônio Cultural Imaterial nos projetos de candidatura do Cante Alentejano, do Fabrico de Chocalhos e da Morna para as Listas do Património Cultural Imaterial da Humanidade da ONU para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

2018

  • Workshop – Gestão integrada do património em museus e salvaguarda do património cultural imaterial

    4 de dezembro | Universidade do Porto (Portugal). Organização: Alexandre Matos (FLUP e Sistemas do Futuro), Alice Semedo (FLUP/CITCEM) Elizabete Mendonça (FLUP e UNIRIO); Clotildes Avelar (FLUP) e Juliana Alves (FLUP). O Workshop apresentou experiências vinculadas às inscrições na lista da Unesco ou no Inventário Nacional de Património Cultural Imaterial (INPCI), visando explicitar desafios e perspetivas relativos à Gestão Integrada do Património no âmbito das políticas públicas de museus e do Patrimônio Cultural Imaterial (PCI) em Portugal.

  • Palestra – A documentação da Coleção Etnográfica do Museu Paraense Emílio Goeldi em três momentos

    Outubro | UNIRIO. Palestrante: Alegria Benchimol (Museu Paraense Emilio Goeldi). A pesquisa visou a estudar a coleção etnográfica do Museu Paraense Emílio Goeldi em três momentos diferentes, nos quais foram curadores: Curt Nimuendajú, Eduardo Galvão e Lucia Hussak van Velthem.

  • Conferência – Quando a gestão museal respira de forma plural: a experiência do projeto SoMus e os novos modelos de gestão coletiva em museus locais na Europa

    11 de outubro | UNIRIO. Palestrante: Lorena Sancho Querol (Universidade de Coimbra). Apresentação dos modelos de gestão participativa criados pelo projeto “A Sociedade no Museu: estudo sobre participação cultural nos museus locais europeus” (SoMus), do Centro de Estudos Sociais, em parceria com a Universidade de Jyväskylä (Finlândia).

  • Simpósio Temático – Museus, patrimônios e democracia cultural no século XXI: usos, saberes e sentidos contemporâneos nos processos de descolonização

    2, 3 e 4 de outubro | UNIRIO. Parte integrante do II Seminário Nacional História e Patrimônio Cultural/GT ANPUH Brasil. Representação na coordenação do Simpósio, em conjunto com representantes do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular/IPHAN e do Centro de Estudos Sociais/Universidade de Coimbra e do Projeto ECHOES: “European Colonial Heritages Modalities in Entangled Cities”.

2017

  • Palestra – O objeto etnográfico como Documento e Informação

    Setembro | UNIRIO. Palestrante: Alegria Benchimol (Museu Paraense Emilio Goeldi). A pesquisa visou a investigação dos conceitos de documento e informação para compreender os atributos e funções do objeto etnográfico, no processo de disseminação e transferência da informação.

2016

  • Palestra – O Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) e os projetos de documentação para a Coleção Etnográfica

    Maio | UNIRIO. Palestrante: Alegria Benchimol (Museu Paraense Emilio Goeldi). A aula relacionou projetos já realizados a partir da Coleção Etnográfica do Museu Paraense Emílio Goeldi, coordenados pela palestrante Alegria Benchimol.

  • Conferência – A cada museu sua dança! Experiências sobre gestão coletiva em pequenos museus

    2 de maio | Museu do Samba. Palestrante: Lorena Sancho Querol (Universidade de Coimbra). Apresentação sobre análises de modelos de gestão coletiva em três museus da Europa: Museu do Traje de São Brás de Alportel (Portugal), Finnish Labor Museum Werstas (Finlândia) e Lugnås Millstone Quarry Mine (Suécia).

Licença Creative Commons
%d blogueiros gostam disto: